Vem aí o Abril Verde e o 1º Congresso Sul-Brasileiro de Segurança e Saúde do Trabalho : ACEST

Comunicação

Comunicação ver mais
13/03/2019 | Eventos

Vem aí o Abril Verde e o 1º Congresso Sul-Brasileiro de Segurança e Saúde do Trabalho

Vem aí o Abril Verde e o 1º Congresso Sul-Brasileiro de Segurança e Saúde do Trabalho - LEX DIGITAL

Vem aí o Abril Verde, período dedicado a ações para discussão e conscientização da sociedade sobre questões de saúde e da segurança nos ambientes de trabalho. O mês de abril foi o escolhido em razão do Dia Mundial em Memória às Vítimas de Acidentes de Trabalho, celebrado no dia 28, um dia após o encerramento do 1º Congresso Sul-Brasileiro de Segurança e Saúde do Trabalho (sulsst.com.br), evento que a Acest estará promovendo em Florianópolis, a partir de 24 de abril, em parceria com o Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura (Crea-SC) e Fundacentro.

Instituída pela Organização Internacional do Trabalho (OIT), a data de 28 de abril recorda a explosão, em 1969, de uma mina da cidade de Farmington, no estado da Virgínia (EUA), que vitimou 78 trabalhadores e ficou caracterizado como um dos maiores e mais conhecidos acidentes trabalhistas da humanidade. Já o símbolo da campanha é o laço verde, cor relacionada aos cursos da área da saúde.

Em Santa Catarina, o Abril Verde foi oficializado pela lei 17.389, de 20 de dezembro de 2017, de autoria do então deputado Antônio Aguiar e sancionada pelo ex-governador Raimundo Colombo. O propósito da lei reforça os ideais do Abril Verde ao ter o objetivo de "conscientizar a população catarinense, por meio de procedimentos informativos e educativos, sobre ações preventivas de acidentes e doenças do trabalho e divulgar normas relativas à segurança e medicina do trabalho."

Santa Catarina teve média de uma morte por acidente de trabalho a cada três dias em 2017, totalizando 118 casos. Os dados são do Ministério Público do Trabalho (MPT). Entre 2006 e 2015, o número de mortes do tipo no Estado foi de 2.674, conforme o Sistema de Informação de Mortalidade (SIM) da Secretaria de Estado da Saúde. Desse total, 93% eram homens e 7% mulheres. No Brasil, em 2017, mais de 12,6 mil pessoas ficaram com invalidez permanente e mais de 2 mil morreram em decorrência de acidente do trabalho ou de doença ocupacional.

O SulSST, que a Acest estará promovendo pela primeira vez, tem entre seus objetivo justamente a difusão de práticas e conhecimentos técnicoe científicos entre pessoas envolvidas com a área de segurança e saúde do trabalho, bem como a integração profissional e pessoal. Entre os temas que serão abordados na programação estão riscos nos serviços de eletricidade e gestão e grenciamento de riscos. "Será um evento de referência para o setor", destaca a presidente da Acest, Karla Zavaleta.